Voltar

Vacinação contra a gripe começa mais cedo com entrega antecipada de vacinas

04/09/2020
covid 19 virus banner

O Ministério da Saúde conseguiu garantir a antecipação do fornecimento das primeiras mais de 100.000 doses de vacinas contra a gripe, o que vai permitir à Direção-Geral da Saúde um melhor planeamento da distribuição das vacinas aos cidadãos dos grupos prioritários e mais vulneráveis.

O anúncio foi feito esta sexta-feira pela Secretária de Estado Adjunta e da Saúde, Jamila Madeira, na conferência de imprensa de atualização dos dados da pandemia da COVID-19.

“Esta é a maior compra de sempre do nosso país de vacinas contra a gripe, com um total de 2 milhões de vacinas, cuja distribuição iniciar-se-á antecipadamente. Ou seja, mais vacinas da gripe para os portugueses e mais cedo garantidas para os que mais precisam”, esclareceu.

A Diretora-Geral da Saúde, Graça Freitas, reforçou que “a vantagem de termos uma entrega precoce é que podemos começar mais precocemente a vacinação, nomeadamente nos lares e nos grupos de risco, o que permite aos profissionais de saúde uma maior capacidade para vacinar”.

A especialista lembrou, ainda, que este ano temos disponíveis mais 600 mil doses de vacinas, sendo necessário programar as várias tranches, “para haver continuidade na vacinação e não haver interrupções”.