Voltar

Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados regista apenas um caso de COVID-19

07/08/2020
imagem hospital


Há apenas uma pessoa com COVID-19 da Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados (RNCCI), que conta com 393 unidades, anunciou hoje o secretário da Estado da Saúde, durante a conferência de imprensa de balanço da pandemia de COVID-19.

António Lacerda Sales avançou ainda que não se regista nenhum óbito desde 10 de abril nestas unidades. De forma a melhorar a resposta dos hospitais Ao todo, já foram transferidos mais de 7.600 doentes dos hospitais do Serviço Nacional de Saúde para a RNCCI desde 9 de março e encontradas mais de 700 respostas sociais que permitiram libertar camas hospitalares.

Purificação Gandra, a coordenadora da RNCCI, salientou os progressos da situação epidemiológica nas unidades da rede, recordando que, na segunda quinzena de abril, a rede teve “um máximo de 110 doentes infetados em 26 unidades, sendo que 16 doentes foram internados nos hospitais do SNS por agravamento do seu estado clínico”.

Destacou ainda que o Algarve foi a única região sem doentes infetados nas suas 19 unidades da rede e que houve 15 mortes nas regiões Norte e de Lisboa e Vale do Tejo.

Adiantou ainda que desde o início da pandemia foram efetuados 14.400 testes, dos quais 167 acusaram positivo.

Atualmente, existem 12 profissionais infetados, “que não constituem qualquer risco para os doentes dado que estão em casa a fazer o respetivo isolamento.  “A preocupação com a entrada do vírus nas unidades foi e é uma constante que tem originado nos profissionais de saúde e em todos os intervenientes um esforço acrescido para ser possível o seu controle”, salientou.

O número de doentes recuperados da COVID-19 voltou a aumentar nas últimas 24 horas. No último dia recuperaram mais 240 pessoas, contando-se atualmente 38.087 pessoas recuperadas desde o início da pandemia.

De acordo com os dados do relatório da situação epidemiológica da Direção-Geral da Saúde (DGS), Portugal regista hoje mais 290 novos casos de infeção e mais três óbitos do que no dia anterior.