Voltar

Realizados mais de 860.000 testes de diagnóstico à COVID-19

03/06/2020

O Secretário de Estado da Saúde, António Lacerda Sales, disse esta quarta-feira que Portugal já realizou mais de 860.000 testes de diagnóstico à COVID-19 desde o dia 1 de março, tendo atualmente uma taxa de 83.000 testes/milhão de habitantes, o que coloca o país em sétimo lugar na lista dos países europeus que mais testam.

Segundo o governante, a média em abril foi de 11.500 testes por dia, em maio subiu para 13.550 e na última semana foi de 13.500 testes diários.

Em declarações aos jornalistas na conferência de imprensa de atualização dos dados da pandemia de COVID-19, Lacerda Sales especificou que 40% dos testes de diagnóstico foram realizados a Norte, 25% em Lisboa e Vale do Tejo (LVT), 14% no Centro e os restantes espalhados pelas outras Administrações Regionais de Saúde (ARS).

Relativamente ao plano de testagem nas empresas da Grande Lisboa, o responsável adiantou que cerca de 6.000 trabalhadores, num universo de 18.100, fazem hoje testes de diagnóstico à COVID-19.

“Neste momento, há um plano de testagem em empresas da Grande Lisboa, a maioria na zona da Azambuja, tendo sido colhidas amostras em algumas dessas empresas, outras estão a acontecer durante o dia de hoje e as restantes com agendamento nos próximos dias”, afirmou António Lacerda Sales.

Segundo o Secretário de Estado, até ao momento foram realizadas mais de 3.800 colheitas para serem analisadas, das quais 2.800 pelo Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) e mil pela Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT).

De acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS), registam-se 33.261 casos confirmados de COVID-19, mais 366 do que ontem, o que representa um aumento de 1.1%.

Nas últimas 24 horas verificaram-se mais 210 casos de recuperação, o que elevou para 20.079 o número total de recuperados, e mais 11 mortos, pelo que Portugal contabiliza agora 1.447 óbitos relacionados com a COVID-19.