Voltar

Portugal regista cerca de 12.200 casos ativos

07/06/2020
covid 19 virus banner

Portugal regista este domingo cerca de 12.200 casos de COVID-19 ativos a ser acompanhados pelas autoridades de saúde, adiantou hoje a Ministra da Saúde, Marta Temido, na conferência de imprensa de atualização dos dados da pandemia.

“No total do país, há neste momento 12.219 casos ativos, ou seja, casos que ainda estão em acompanhamento pelas autoridades de saúde”, disse aos jornalistas na declaração inicial.

A governante destacou que está a ser feito um “trabalho intenso” no sentido “da verificação sistemática da situação de cada um destes casos e dos mais antigos que podem não ter toda a informação, para que possam ser considerados casos recuperados, embora possam na realidade estar sem a doença”.

A atualização dos dados mostra que o número de internamentos continua a diminuir, registando-se este domingo menos 16 pessoas em enfermaria e mais uma em unidade de Cuidados Intensivos.

De acordo com o boletim epidemiológico publicado pela Direção-Geral da Saúde, Portugal regista este domingo 34.693 casos confirmados de COVID-19, mais 342 do que no sábado, o que corresponde a um aumento de 1%.

Do total de novos casos, 54 foram identificados na região Norte, 24 na região Centro, 255 na região de Lisboa e Vale do Tejo (75% dos novos casos), dois no Alentejo e sete no Algarve.

Segundo a Ministra da Saúde, dos 255 novos casos identificados em Lisboa, 101 provêm da operação de rastreios na Área Metropolitana de Lisboa.

Marta Temido destacou que a região de LVT tem concentrado de um modo consistente 70% do número diário de novos casos notificados no país e 80% desses casos concentram-se em cinco concelhos: Amadora, Lisboa, Loures, Odivelas e Sintra. Nesses locais existem cadeias de transmissão associadas a áreas de atividade económica de grande rotatividade de trabalhadores e aos contactos sociais e familiares dos mesmos.

Por outro lado, registam-se mais 188 casos recuperados no país, o que eleva para 20.995 o número total de pessoas dadas como curadas da COVID-19, ou seja, 60% do total de infetados até ao momento.

Nas últimas 24 horas ocorreram mais 5 óbitos, quatro dos quais em pessoas com mais de 80 anos. Desta forma, a taxa de letalidade mantém-se nos 4.3% na população em geral e nos 17.4% na faixa etária acima dos 70 anos.