Voltar

Portugal regista 161 surtos ativos de COVID-19

10/07/2020
covid mundo banner

Portugal regista esta sexta-feira 161 surtos ativos de COVID-19, a maioria dos quais na região de Lisboa e Vale do Tejo (LVT), adiantou hoje a Ministra da Saúde, Marta Temido, na conferência de imprensa de atualização dos dados da pandemia.

Segundo a governante, existem 27 surtos ativos na região Norte, 10 no Centro, 107 em Lisboa e Vale do Tejo, 5 no Alentejo e 12 no Algarve. No total, revelou, o país tem 13.683 casos ativos de infeção pelo novo coronavírus.

A região de LVT continua também a ser a que concentra o maior número de casos diários de COVID-19. De acordo com o boletim epidemiológico publicado hoje pela Direção-Geral da Saúde (DGS), o país regista 402 novos casos de infeção, 44 dos quais no Norte, 9 no Centro, 342 em LVT (85% do total) e 5 no Algarve.

Por outro lado, nas últimas 24 horas foram declarados mais 301 casos de recuperação, o que eleva o total de recuperados para 30.350 (66.4% do total).

O relatório mostra que ocorreram mais 2 óbitos relacionados com a COVID-19 desde a última atualização, ambos na região Centro do país.

Relativamente ao número de internamentos, há 471 pessoas hospitalizadas (menos 16 do que ontem), das quais 401 em LVT, e 66 em unidades de Cuidados Intensivos (54 em LVT).

Na declaração inicial, Marta Temido adiantou que, de acordo com dados do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA), o risco de transmissibilidade (número médio de casos secundários resultantes de uma pessoa infetada) “subiu ligeiramente”, entre 3 e 7 de julho, situando-se agora em um.

O RT não é igual em todo o país, variando entre 1.12 na região Norte e 0.81 no Algarve. “Este valor nacional (um) indica, mais uma vez, que o número de novos casos a cada geração é aproximadamente constante o que mostra a necessidade de continuar a trabalhar”, frisou a ministra.