Voltar

Portugal mantém situação de calamidade

09/06/2021
Banner desconfinamento

Novas regras do plano de desconfinamento entraram em vigor no dia 11 de junho

O Governo decidiu prolongar a situação de calamidade em Portugal continental até 27 de junho. Para já, Braga, Lisboa, Odemira e Vale de Cambra não avançam no desconfinamento, mantendo as atuais regras.

Na habitual conferência de imprensa, após a reunião do Conselho de Ministros, em Lisboa, a Ministra de Estado e da Presidência adiantou que neste momento não existe nenhum concelho com mais de duas vezes 240 casos da COVID-19 por 100 mil habitantes no caso das áreas de alta densidade populacional ou mais de duas vezes 480 casos por 100 mil habitantes no caso de concelhos de baixa densidade populacional.

Entre as novidades, conta-se a alteração à estratégia de testagem: “Há uma alteração no que diz respeito à estratégia de testagem e são incluídas duas novas regras. A primeira diz respeito à necessidade de testagem de empresas com mais de 150 trabalhadores no mesmo posto de trabalho”, disse Mariana Vieira da Silva. Será também obrigatório fazer testes de diagnóstico à COVID-19 para se ter acesso a eventos desportivos, culturais e familiares, incluindo casamentos e batizados.

Na nova fase do plano de desconfinamento, desde o passado dia 11 de junho (sexta-feira), o comércio pode funcionar com o horário do respetivo licenciamento; os restaurantes, cafés e pastelarias (máximo de seis pessoas no interior ou 10 pessoas em esplanadas) podem funcionar até à meia-noite para admissão de clientes e 1h00 para encerramento; e os equipamentos culturais podem funcionar até à 1h00.

Os transportes públicos podem circular com lotação de dois terços ou com a totalidade da lotação no caso de terem exclusivamente lugares sentados; a lotação para casamentos e batizados continua a estar limitada a 50% do espaço; e a prática desportiva passa a poder ter público no caso das modalidades amadoras, com lugares marcados e lotação restrita a 33% do espaço.

Para saber mais, consulte:

Controlar a Pandemia – 9 de junho