Voltar

Percentagem de testes positivos inferior a 5%

27/05/2020
testes banner

A percentagem de testes de diagnóstico COVID-19 positivos situa-se abaixo dos 5% desde o dia 11 de maio, adiantou esta quarta-feira o Secretário de Estado da Saúde, António Lacerda Sales, na conferência de imprensa de atualização dos dados da pandemia.

Destacando que “em maio já foram feitos mais testes do que no mês de abril”, o governante explicou que “no que toca a testes positivos, a situação não é igual em todo o país”.

No dia 25 de maio, adiantou, registavam-se 4% de testes positivos a Norte, 1% no Centro, 0% na Madeira, Açores e Alentejo, 2% no Algarve e 7% em Lisboa e Vale do Tejo. E, “no total nacional, desde o dia 11 de maio a percentagem de testes positivos foi sempre inferior a 5%”.

Lacerda Sales revelou também que “desde o dia 1 de março foram realizados mais de 770.000 testes de diagnóstico COVID-19” em Portugal. “Conseguimos sempre passar a barreira dos 20.000 testes diários a partir do dia 15 de maio”, sublinhou.

De acordo com o boletim epidemiológico publicado pela Direção-Geral da Saúde (DGS), Portugal regista esta quarta-feira 31.292 casos confirmados de COVID-19, mais 285 do que ontem, o que corresponde a um aumento de 0.9%.

Por outro lado, verificam-se 510 casos em internamento, dos quais 66 em unidades de Cuidados Intensivos, menos cinco do que na terça-feira.

Nas últimas 24 horas foram dadas como recuperadas mais 253 pessoas, o que eleva para 18.349 o número total de recuperados da infeção provocada pelo novo coronavírus (58.6% do total). Registam-se ainda 1356 óbitos relacionados com a infeção e uma taxa de letalidade global de 4.3%, que sobe para os 16.9% na população com mais de 70 anos.

Do total de casos confirmados até à data, 35.4% encontram-se atualmente no domicílio e 1.6% internados (0.2% em cuidados intensivos e 1.4% em enfermaria).