Voltar

Parlamento tomou medidas necessárias para o 25 de abril, diz Graça Freitas

covid banner

A Diretora-Geral da Saúde, Graça Freitas, adiantou esta terça-feira que “o Parlamento tomou todas as medidas necessárias e suficientes para cumprir as regras que estão estabelecidas” para as celebrações do 25 de abril em contexto de pandemia de COVID-19.

Questionada sobre a reunião entre a DGS e a Assembleia da República, a Diretora-Geral da Saúde referiu que “foi muito tranquila” e permitiu observar “se estavam cumpridas, como seria expectável pelo plano de contingência do Parlamento, as condições que permitam assegurar a dignidade que a cerimónia merece e cumprindo regras de segurança, controlo de infeção e distanciamento social”.

“Com grande satisfação de todas as partes envolvidas e grande mérito do Parlamento e do seu plano de contingência e dos seus serviços próprios, essas regras estão asseguradas”, garantiu Graça Freitas, na conferência de imprensa de atualização dos dados da COVID-19.

Sobre o recomeço das competições de futebol, a responsável escusou-se a entrar em pormenores, destacando que “este assunto vai ter que ser analisado nos próximos tempos, entre a própria Liga e os normativos e as regras que a Direção-Geral instituiu”. “Nós temos regras e temos normas. E temos que ver como se aplicam na prática para evitar que exista um aumento do risco de propagação e do contágio entre as pessoas”.

De acordo com o último boletim epidemiológico publicado pela DGS, Portugal tem 21.379 casos confirmados de COVID-19, mais 516 do que na segunda-feira, o que corresponde a um crescimento de 2.5%.

Pela primeira vez desde o início da pandemia de COVID-19, o número de recuperados (917) ultrapassou o número de óbitos relacionados com a infeção (762).