Voltar

Números do boletim são fiáveis, garante a Diretora-Geral da Saúde

06/07/2020
plano

A Diretora-Geral da Saúde, Graça Freitas, garantiu esta segunda-feira que o número total de casos confirmados de COVID-19 que é fornecido ao país “é um número fiável”, existindo apenas afinamentos a fazer nos dados por concelhos.

Lembrando que a vigilância epidemiológica “nunca foi tão escrutinada”, a especialista em Saúde Pública recordou que o sistema captou quase 400.000 pessoas suspeitas desde o início da epidemia, o que gerou milhões de informações.

Ressalvando que o sistema tem sofrido melhorias, Graça Freitas disse que há 125 dias que Portugal reporta ininterruptamente o total de casos confirmados. “Digo Portugal com muito orgulho, porque muitos países não reportam com esta regularidade, nem a nível nacional, nem a nível internacional.”

“Temos que estar muito orgulhosos do caminho que fomos fazendo para fornecer aos decisores e aos portugueses a informação, no exercício da transparência, o mais perto possível da realidade”, sublinhou a responsável.

A nível local, assumiu, as diversas entidades têm outros mecanismos que permitem ter informações mais precisas e, à medida que os dias vão passando, os dados nacionais vão sendo afinados com os dados locais.

Nesta fase, a DGS decidiu parar a divulgação por concelhos “para juntar as bases nacionais com as bases locais para tentar afinar, aprimorar, para chegar ao número mais próximo da realidade a nível concelhio”.

No entanto, ressalvou a Diretora-Geral da Saúde, “o que interessa é que os colegas que estão no nível local, as equipas de saúde pública, tenham uma atuação rápida, precoce e intensiva sobre os casos conhecidos”.