Voltar

Menos internados em enfermaria e cuidados intensivos

19/08/2020

Portugal regista esta quarta-feira uma diminuição no número de doentes com COVID-19 internados em enfermaria e em unidades de Cuidados Intensivos.

De acordo com o relatório de situação publicado hoje pela Direção-Geral da Saúde (DGS), o país contabiliza 329 pessoas em internamento (menos 7 do que ontem) e 35 em Cuidados Intensivos (menos 3).

A última atualização indica que existem mais 253 casos de doença no país, dos quais 159 em Lisboa e Vale do Tejo, 65 no Norte, 17 no Centro, 7 no Alentejo e 4 no Algarve.

Por outro lado, registam-se mais dois óbitos relacionados com a pandemia, um dos quais de uma bebé com quatro meses.

Em declarações aos jornalistas na conferência de imprensa de atualização dos dados, a Diretora-Geral da Saúde, Graça Freitas, explicou que trata-se de uma menina de quatro meses de idade, em que a transmissão terá sido familiar, através dos seus conviventes. “Tinha uma patologia de base muito grave. Nasceu com uma cardiopatia congénita bastante grave e a situação da COVID-19 levou ao agravamento desta patologia e ao aparecimento de uma consequência cardíaca que é muito descrita internacionalmente e nacionalmente nos casos muito graves e que é uma miocardite”, referiu a especialista em saúde pública.  Graça Freitas esclareceu que “a causa final da morte foi um choque sético”.