Voltar

Mais de quatro milhões de testes de diagnóstico realizados

16/11/2020
testes banner

Portugal atingiu os quatro milhões de testes PCR realizados no dia 14 de novembro, um milhão dos quais no último mês. Neste momento, a proporção de positividade é de 15,3%.

A informação foi avançada esta segunda-feira pela Diretora-Geral da Saúde, Graça Freitas, na conferência de imprensa de atualização dos dados da pandemia da COVID-19.

Na declaração inicial, a especialista em saúde pública adiantou que a incidência cumulativa a 14 dias é, à data, de 760 casos por 100 000 habitantes, existindo assimetrias regionais. “A região Norte, com 1 304 casos por 100 000 habitantes, continua a ser a mais afetada”.

Os grupos etários com maior incidência cumulativa são os dos 20 aos 29 anos e dos 30 aos 39. O grupo etário com mais de 80 anos também apresenta uma incidência elevada.

Relativamente à Europa, a incidência cumulativa a 14 dias coloca Portugal em 10º lugar. “Todos estes indicadores refletem uma atividade epidémica intensa”, sublinhou.

De acordo com o relatório de situação publicado hoje, Portugal registou nas últimas 24 horas mais 3 996 casos de COVID-19, “mantendo-se, no geral, uma tendência epidémica crescente”.

Por outro lado, registaram-se, nas últimas 24 horas, mais 91 óbitos.

A taxa de letalidade global é de 1,6% e a taxa de letalidade acima dos 70 anos é de 9,7%.

A última atualização indica que existem mais 3 560 casos recuperados.

Desde o início da pandemia, já se confirmaram 225 672 casos de COVID-19, dos quais 80 045 estão ativos à data de hoje. Estes casos estão sob acompanhamento clínico, a maioria dos quais no seu domicílio.

“Os casos ativos são os casos que estão doentes num determinado dia. São o balanço, relativo ao dia anterior, resultante da entrada dos novos casos confirmados, e da saída dos casos que tiveram alta, ou seja, recuperados, e dos doentes que faleceram”, esclareceu a Diretora-Geral da Saúde.

No final do dia de ontem, estavam internados 3 040 doentes, dos quais 426 em unidades de cuidados intensivos, representando mais 111 doentes em internamento do que no dia anterior.

Quanto aos internados, 2% têm menos de 30 anos, 8% menos de 50 anos e 19% menos de 60 anos.