Voltar

Mais de 3.000 profissionais de saúde recuperados da COVID-19

19/06/2020
medicos hospitais

O número de profissionais de saúde recuperados da COVID-19 é de 3.053, num total de 3.681 profissionais de saúde infetados com o novo coronavírus, adiantou esta sexta-feira a Ministra da Saúde, Marta Temido, na conferência de imprensa de atualização dos dados da pandemia.

Em declarações aos jornalistas, a governante destacou que, no total de profissionais infetados, contam-se 516 médicos, 1.180 enfermeiros, 1.082 assistentes operacionais, 166 assistentes técnicos, 113 técnicos superiores de diagnóstico e terapêutica e 620 profissionais de grupos diversos.

Como habitualmente, a responsável começou a conferência com a atualização dos números. De acordo com o boletim epidemiológico publicado hoje pela Direção-Geral da Saúde (DGS), Portugal regista mais 467 doentes recuperados da COVID-19, ou seja, um total de 24.477 casos de recuperação da infeção provocada pelo novo coronavírus.

À semelhança do que aconteceu ontem, o número de recuperados voltou a ser superior ao de infetados, que registou um aumento de 375 nas últimas 24 horas, mais 1%, elevando para 38.464 o número total de casos confirmados de COVID-19 no país.

Do total de novos casos, 28 foram identificados na região de saúde do Norte, 21 no Centro, 284 em Lisboa e Vale do Tejo (76%) do total, 9 no Alentejo e 32 no Algarve.

A última atualização do relatório indica que ocorreram mais três óbitos relacionados com a pandemia, que já provocou um total de 1.527 mortes. A taxa de letalidade é de 4% e sobe para 17% na população acima dos 70 anos.

Neste momento, Portugal tem 12.460 casos ativos de COVID-19, dos quais 422 em internamento (mais 6 do que ontem), mantendo-se o número de internados em Cuidados Intensivos.

Segundo Marta Temido, do total de 422 doentes internados no país, 381 situam-se na região de Lisboa e Vale do Tejo, tal como 59 dos 67 internados em unidades de Cuidados Intensivos.