Voltar

Mais de 2 milhões de testes à COVID-19 realizados em julho

12/08/2021
Testes_D

O novo máximo mensal de testagem à COVID-19 foi atingido em julho, com a realização de mais de 2 milhões de testes de diagnóstico à COVID-19 (TAAN + TRAg), anunciou o Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA).

Ao longo do mês de julho realizaram-se em Portugal 2.031.649 testes de diagnóstico à COVID-19 (TAAN + TRAg), com uma média diária de 65.537 testes. “Tratam-se dos números de testagem mensal mais elevados desde o início da pandemia e que correspondem a 12,9% do total de testes de diagnóstico efetuados desde março de 2020”, realça o INSA.

Em 2021, foram efetuados mais de 63% da totalidade dos testes de diagnóstico desde o início da pandemia, com os meses de abril, maio, junho e julho (até 26 de julho) a concentrarem cerca de 40% do número total de testes.

Este aumento da testagem em Portugal “assenta no plano de promoção da operacionalização da estratégia de testagem em Portugal”.

O plano “vai ao encontro das recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e dá continuidade a um vasto programa de testagem, massiva e sistemática, alinhado com a Estratégia Nacional de Testes para SARS-CoV-2”, tal como definido pela Norma n.º 019/2020 da Direção-Geral da Saúde, atualizada no dia 22 de junho de 2021.

O INSA reforça que “o esforço de testagem, que decorre desde março de 2020, é, a par da vacinação e das medidas não farmacológicas como o uso de máscara e o distanciamento físico, um dos pilares fundamentais da prevenção de focos de contágio e de controlo da pandemia”.