Voltar

Mais de 2.500 transportes de casos suspeitos entre 11 e 18 de outubro

22/10/2020
COVID19 noticia_122_desktop

O Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) realizou, entre 11 e 18 de outubro, 2.566 transportes de utentes com suspeita de infeção com SARS-CoV-2. As equipas de colheitas de amostras biológicas para análise à COVID-19 efetuaram, no mesmo período, 398 colheitas.

De acordo com o INEM, a atividade de transporte de doentes com suspeita de infeção com o novo coronavírus continua a aumentar pela terceira semana consecutiva.

Os meios da Delegação Regional do Norte transportaram 1.068 utentes e os meios da Delegação Regional do Sul efetuaram 955 transportes às urgências hospitalares. Na região Centro foram efetuados 448 transportes e no Algarve foram transportados 95 utentes com suspeita de COVID-19.

A definição de caso suspeito de COVID-19 é, entre outros e de acordo com as normas em vigor¸ qualquer situação de falta de ar (dispneia) triada pelos Centros de Orientação de Doentes Urgentes.

Por seu lado, o trabalho das equipas de enfermagem, responsáveis pela colheita de amostras biológicas para análise à Covid-19, teve um ligeiro decréscimo relativamente à semana anterior. Entre 11 e 18 de outubro foram recolhidas 398 amostras, menos 57 do que na semana anterior.

Fonte: Serviço Nacional de Saúde – Covid-19 | Atividade do INEM