Voltar

Mais de 2.100 profissionais de saúde dados como curados da COVID-19

28/05/2020
medicos hospitais

O Secretário de Estado da Saúde, António Lacerda Sales, disse esta quarta-feira que 2.161 dos 3.398 profissionais de saúde infetados com o novo coronavírus já estão recuperados. “Uma notícia que alimenta a esperança”, sublinhou.

O governante falava aos jornalistas na conferência de imprensa de atualização dos dados da pandemia de COVID-19, onde revelou também que, em termos globais, o número de recuperados (18.637) corresponde a 59% do total de casos confirmados.

Segundo o responsável, de 1 de abril a 27 de maio foram atendidas mais de 12.800 chamadas na linha de apoio psicológico do SNS 24, das quais 1.200 eram de profissionais de saúde.

Questionada sobre a situação na Azambuja, a Diretora-Geral da Saúde, Graça Freitas, adiantou que dos 833 trabalhadores testados na base logística da Sonae, 175 acusaram positivo e encontram-se a recuperar em casa.

“São pessoas jovens, saudáveis e quase todas assintomáticas ou com sintomas ligeiros a moderados e vão em princípio fazer a sua recuperação em casa, acompanhados pelo seu médico de família”, esclareceu, destacando que apenas um trabalhador está a internado porque apresenta fatores de risco.

No mesmo local, afirmou, existem outras cinco empresas onde se contabilizam sete casos de COVID-19.

De acordo com o boletim epidemiológico publicado pela Direção-Geral da Saúde (DGS), Portugal regista esta quinta-feira 31.596 casos confirmados de COVID-19, mais 304 do que no dia de ontem, o que representa um crescimento de 1%.

A última atualização aponta para 512 casos em internamento, dos quais 65 em unidades de Cuidados Intensivos (menos um do que na quarta-feira), e 1369 óbitos.

Do total de infetados, 35.1% encontram-se a recuperar no domicílio e 1.6% internados (0.2% em unidades de Cuidados Intensivos e 1.4% em enfermaria).