Voltar

Linha SNS 24 vai ser reforçada durante o outono

02/10/2020

O Secretário de Estado da Saúde, Diogo Serras Lopes, anunciou esta sexta-feira que serão contratados cerca de 650 profissionais para a linha SNS 24 durante o outono e que este o serviço vai contar com mais dois centros de contacto.

O primeiro dos novos “call centers” já está em fase experimental para vai abrir na Covilhã, estando prevista a abertura de outro em Vila Nova de Gaia.

Em declarações aos jornalistas na conferência de imprensa de atualização dos dados da pandemia da COVID-19, o responsável adiantou que serão reforçados os centros já existentes, passando dos atuais 1.350 profissionais para os 2.000.

Segundo o responsável, o número de chamadas atendidas cresceu 39% em 2018, 24% em 2019 e 82% em 2020 (comparando com o período homólogo de 2019).

A linha de apoio psicológico, criada em contexto de pandemia, já atendeu 38.912 chamadas, das quais 3.229 de profissionais de saúde.

Já a linha de atendimento para surdos, realizou mais de 800 videochamadas desde o dia 1 de abril.

Também presente na conferência, o presidente dos Serviços Partilhados do Ministério da Saúde (SPMS), Luís Goes Pinheiro, revelou que o número recorde de cerca 200 mil chamadas recebidas em janeiro de 2019 foi ultrapassado em vários meses de 2020. Em dois meses, destacou, foi mesmo ultrapassada a barreira das 300 mil chamadas.

Em março, registou-se o maior número de chamadas de sempre (388 mil), e em setembro. “Mas ao contrário do que aconteceu em março, em que os tempos médios de espera dispararam, em setembro temos um tempo médio de espera que se tem mantido muito estável”, explicou.

Luís Goes Pinheiro adiantou que os dados do SPMS apontam para um tempo médio de espera de cerca de 52 segundos, abaixo daquele registado nos anos anteriores.