Voltar

Linha de apoio psicológico já atendeu mais de 23.500 chamadas

20/07/2020

A linha de apoio psicológico do SNS atendeu 23.590 chamadas de utentes e profissionais de saúde desde o dia 1 de abril, anunciou esta segunda-feira a Ministra da Saúde, Marta Temido, em declarações aos jornalistas na conferência de imprensa de atualização dos dados da pandemia da COVID-19.

“Esta é uma prioridade política daquilo que é a nossa atuação e que continuaremos obviamente a sublinhar com grande cuidado, na certeza de que esta é uma daquelas áreas que vai ter um impacto pesado e mais de longo prazo do que a pandemia”, assumiu a governante.

O Subdiretor-Geral da Saúde, Diogo Cruz, reforçou que a saúde mental é uma das áreas que foram identificadas como prioritárias. “Já é um Programa prioritário [da DGS], mas foi identificada logo no início da pandemia como uma das áreas prioritárias”, explicou.

Esta é uma área prioritária “não só para a pandemia em si”, tendo sido criadas linhas para ajudar a lidar com esta situação, mas também para o pós-pandemia.

De acordo com o boletim epidemiológico publicado hoje pela Direção-Geral da Saúde (DGS), Portugal regista esta segunda-feira mais 135 casos de COVID-19, o que eleva para 48.771 o número total de infetados desde o início da pandemia.

Do total de novos casos, 18 foram notificados na região Norte, 4 na região Centro, 108 em Lisboa e Vale do Tejo (80% dos novos casos) e 5 na região do Alentejo.

Nas últimas 24 horas foram notificados mais dois óbitos relacionados com a pandemia da COVID-19, pelo que o país soma agora 1.691 mortes.