COVID-19 https://covid19.min-saude.pt Página Inicial Mon, 10 May 2021 11:01:59 +0000 pt-PT hourly 1 https://covid19.min-saude.pt/wp-content/uploads/2020/03/favicon_dgs.svg COVID-19 https://covid19.min-saude.pt 32 32 DGS e Instituto de Saúde Ambiental reavaliam alimentação e exercício físico em tempo de pandemia https://covid19.min-saude.pt/dgs-e-instituto-de-saude-ambiental-reavaliam-alimentacao-e-exercicio-fisico-em-tempo-de-pandemia/ Mon, 10 May 2021 11:01:56 +0000 https://covid19.min-saude.pt/?p=12426129 A Direção-Geral da Saúde, em colaboração com o Instituto de Saúde Ambiental da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, está a realizar uma segunda recolha de dados sobre os comportamentos alimentares e de atividade física dos portugueses em contexto da pandemia COVID-19. Desta forma, será possível comparar os comportamentos atuais, aproximadamente um ano após o início da pandemia, com os resultados que obtivemos em abril/maio do ano passado.

A sua participação é muito importante para que se possam definir estratégias para mitigar os impactos menos positivos da pandemia na alimentação e na atividade física.

Para participar, aceda ao questionário.

Participe e partilhe!

]]>
Portugal administrou 100 mil vacinas contra a Covid-19 no dia 6 de maio https://covid19.min-saude.pt/portugal-administrou-100-mil-vacinas-contra-a-covid-19-no-dia-6-de-maio/ Fri, 07 May 2021 16:15:38 +0000 https://covid19.min-saude.pt/?p=12345149 Portugal administrou cerca de 100 mil vacinas contra a Covid-19 na quinta-feira (dia 6 de maio), prevendo-se atingir um nível semelhante de doses hoje, antecipando-se numa semana a meta que estava definida no plano de vacinação.

De acordo com a task force da vacinação, este resultado “só foi possível com a implementação do processo de autoagendamento, que permitiu aumentar significativamente o ritmo de vacinação, apesar de alguns contratempos verificados no processo”.

Na quinta-feira Portugal continental alcançou a marca de um milhão de pessoas com a vacinação completa, o que corresponde a mais de 10% da população.

Recorde-se que o Portal do Autoagendamento para Vacinação contra a Covid-19 entrou em funcionamento a 23 de abril, com registo de cerca de 206 mil inscrições para a toma da vacina contra a Covid-19.

Com a entrada da segunda fase do plano de vacinação e uma maior disponibilidade de vacinas, o ritmo de vacinação encontra-se em aumento significativo, permitindo antecipar a média diária de 100 mil inoculações, correspondente a 1% da população, que estava prevista para as próximas semanas.

]]>
Lavagem das mãos contribuiu para reduzir uso de antibióticos https://covid19.min-saude.pt/lavagem-das-maos-contribuiu-para-reduzir-uso-de-antibioticos/ Wed, 05 May 2021 16:37:33 +0000 https://covid19.min-saude.pt/?p=12288174 As unidades de saúde melhoraram o cumprimento da higiene das mãos em 2020, em relação a 2019, acentuando a trajetória de contínuo e sustentado aumento de adesão ao longo da última década e ficando perto do objetivo definido pela Organização Mundial de Saúde. De 2019 para 2020, triplicou a utilização de solução alcoólica para as mãos. Estas medidas, que concorrem para prevenir as infeções e a transmissão de microrganismos, contribuíram para reduzir o consumo de antibióticos no último ano e para manter a sua eficácia. 

No que se refere à vigilância das infeções, houve uma redução importante de múltiplas infeções associadas a cuidados de saúde entre 2018 e 2019, por exemplo nas infeções após cirurgia ortopédica, após cesariana ou em serviços de medicina intensiva. 

No que se refere ao consumo de antibióticos, Portugal situa-se muito próximo da média europeia em termos de consumo global de antibióticos em ambulatório e, entre janeiro e setembro de 2020, face ao período homólogo de 2019, a dispensa destes medicamentos nas farmácias comunitárias desceu 20%. O consumo de classes de antibióticos mais indutoras de seleção de bactérias resistentes a estes fármacos, nomeadamente quinolonas e carbapenemes, tem também diminuído progressivamente em Portugal. 

Estes dados são revelados no Dia Mundial da Higiene das Mãos e demonstram a importância de alguns dos hábitos reforçados ao longo da pandemia por COVID-19. Este dia é assinalado pela Direção-Geral da Saúde, através do Programa Nacional de Prevenção de Infeções e de Resistências aos Antimicrobianos (PPCIRA), em conjunto com a Direção-Geral da Educação (DGE). 

Este ano foi preparada uma ampla campanha de sensibilização para a importância da higiene das mãos, associada à Campanha da Organização Mundial da Saúde, que tem como mote “Higiene das Mãos: segundos que salvam vidas”. 

Além da higiene das mãos, que aumentou 21% desde 2009, ano a partir do qual se iniciou a monitorização do cumprimento a nível nacional, existem outros indicadores com evolução muito positiva entre 2019 e 2020, nomeadamente ao nível da higienização de superfícies (3,9%), cumprimento de medidas de etiqueta respiratória (5,1%) ou o consumo de solução alcoólica. O somatório destas medidas contribuiu para reduzir o consumo de antibióticos na comunidade. 

Este ano, a DGS e a DGE colocaram o foco nos cidadãos e, em particular nas crianças e jovens, como executores desta boa prática e também como transmissores da mensagem nos seus vários âmbitos (familiar, escolar, redes de amigos), de modo ativo e através de diversas gerações. 

Salientamos as mensagens principais para esta Comemoração:

  • Ao mote da OMS para 2021, associou-se o mote “Queremos que a COVID-19 desapareça, mas que a higiene das mãos permaneça”, tendo em conta que 20 segundos bastam para evitar infeções e salvar vidas, não só associadas à COVID-19, mas a outras infeções transmissíveis na comunidade.
  • Quem salva vidas: os profissionais de saúde e todos aqueles que trabalham ou colaboram com as unidades de saúde, mas também os Cidadãos em geral, porque se trata de uma responsabilidade partilhada.

Neste 5 de maio de 2021, serão realizadas atividades alusivas ao tema nas escolas, numa parceria entre o Ministério da Saúde (DGS) e o Ministério da Educação (DGE), das quais destacamos:

  • Concurso para alunos do 1.º ciclo sobre o tema da higiene das mãos;
  • Aplicação de questionário e formação customizada sobre higiene das mãos para alunos do 2.º e 3.º ciclos;
  • Campanha de comunicação com spots de vídeo e materiais para as redes sociais.
  • Ações diversas nas escolas e presenças em meios de comunicação social.

Para o efeito, foram convidados docentes e alunos das escolas para que participassem ativamente em ações de promoção da higiene das mãos, abordando a sua relevância na saúde global dos Cidadãos.

Os cidadãos são convidados a juntar-se a esta iniciativa promovendo a higiene das mãos, nomeadamente usando as vossas redes e as Hashtags: #segundosquesalvamvidas #higienedasmãos

Para os profissionais de saúde foram produzidos diversos materiais promocionais, bem como um dashboard com principais resultados da Estratégia Multimodal das Precauções Básicas do Controlo da Infeção nos últimos 10 anos.

A higiene das mãos é um compromisso individual e uma responsabilidade partilhada por todos.

Abrir documento (PDF – 7857 Kb)

]]>
Relatório de monitorização das linhas vermelhas para a COVID-19 | Relatório nº 5 – 30/04/2021 https://covid19.min-saude.pt/relatorio-de-monitorizacao-das-linhas-vermelhas-para-a-covid-19-relatorio-no-5-30-04-2021/ Fri, 30 Apr 2021 20:43:16 +0000 https://covid19.min-saude.pt/?p=12157781 A Direção-Geral da Saúde (DGS) e o Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA) divulgaram esta sexta-feira o relatório n.º 5 de monitorização das linhas vermelhas para a COVID-19, que inclui os diversos indicadores descritos no documento das Linhas Vermelhas, nomeadamente a incidência a 14 dias e o índice de transmissibilidade (Rt), nacionais e por região de saúde.

Do presente relatório, destacam-se os seguintes pontos:

  • O número de novos casos de infeção por SARS-CoV-2/ COVID-19 por 100 000 habitantes, acumulado nos últimos 14 dias, foi de 68 novos casos, com tendência estável a nível nacional.
  • A incidência mais elevada observou-se no grupo etário dos 10 aos 20 anos (105 casos por 100 000 habitantes), enquanto a incidência mais baixa se observou no grupo etário com 80 anos ou mais (31 casos por 100 000 habitantes), o que reflete um risco de infeção neste grupo muito inferior ao risco da população em geral.
  • O valor do Rt apresenta valores inferiores ou iguais a 1 a nível nacional (0,98) e nas várias regiões de saúde do continente.
  • Considerando o valor de Rt médio dos últimos 5 dias, que indica uma tendência decrescente, poderá atingir-se a incidência de 60 casos por 100 000 habitantes no prazo de 15 a 30 dias.
  • O número diário de casos de COVID-19 internados em Unidades de Cuidados Intensivos (UCI) no continente revela atualmente uma tendência ligeiramente decrescente, encontrando-se abaixo do valor crítico definido (245 camas ocupadas).
  • A nível nacional, a proporção de testes positivos para SARS-CoV-2 foi de 1,0%, valor que se mantém abaixo do objetivo definido de 4%. Observou-se um aumento do número de testes para deteção de SARS-CoV-2 realizados nos últimos 7 dias.
  • A proporção de casos confirmados notificados com atraso mantém a tendência decrescente.
  • Nos últimos 7 dias, 98% os casos de infeção por SARS-CoV-2/ COVID-19 foram isolados em menos de 24 horas após a notificação, e foram rastreados e isolados 81% dos seus contactos.
  • Com base na sequenciação genómica de amostras recolhidas em abril (ainda em curso), estima-se que a prevalência de casos da variante B.1.1.7 (associada ao Reino Unido) seja de 90%.
  • Foram identificados por confirmação laboratorial, até à presente data, 68 casos da variante B.1.351 (associada à África do Sul) e 85 casos da variante P.1 (associada a Manaus, Brasil), a maioria sem ligação epidemiológica estabelecida, o que suporta a existência de transmissão comunitária ativa desta variante.
  • Foram identificados também, pela primeira vez em Portugal, 6 casos associados à variante indiana (linhagem B.1.617), sendo que, os dados genéticos sugerem a existência de várias introduções distintas no país.
  • A análise global dos diversos indicadores sugere uma situação epidemiológica com transmissão comunitária de moderada intensidade e reduzida pressão nos serviços de saúde. A incidência mais baixa foi observada no grupo etário com 80 anos (31 casos por 100 000 habitantes), o que reflete um risco de infeção, neste grupo etário, muito inferior ao risco da população em geral.

Consulte o Relatório nº 5.

]]>
DGS publica Norma da vacina Janssen – Campanha de Vacinação contra a COVID-19 https://covid19.min-saude.pt/dgs-publica-norma-da-vacina-janssen-campanha-de-vacinacao-contra-a-covid-19/ Fri, 30 Apr 2021 15:20:26 +0000 https://covid19.min-saude.pt/?p=12149756 A Direção-Geral da Saúde (DGS) publica esta sexta-feira, dia 30 de abril, a Norma da Campanha de Vacinação contra a COVID-19 da COVID-19 Vaccine Janssen®, com um esquema vacinal de uma dose.

A recomendação da administração desta vacina em pessoas com 50 ou mais anos de idade relaciona-se com a observação de alguns eventos muito raros, de coágulos em localizações atípicas, principalmente em mulheres nesta faixa etária.

Os dados continuam a ser analisados pela Agência Europeia de Medicamentos, pelo que esta recomendação pode ser revista a qualquer momento.

A Norma contempla ainda questões relacionadas com as indicações terapêuticas da vacina, as suas características, o modo de preparação, contraindicações, precauções, interações com outras vacinas, a vacinação em circunstâncias especiais, segurança, farmacovigilância, entre outras.

Consulte a Norma nº 004/2021 de 30/04/2021 – Campanha de Vacinação contra a COVID-19: COVID-19 Vaccine Janssen®

]]>
Atualizada a Norma sobre a vacina VAXZEVRIA – Campanha de Vacinação contra a COVID-19 https://covid19.min-saude.pt/atualizada-a-norma-sobre-a-vacina-vaxzevria-campanha-de-vacinacao-contra-a-covid-19/ Fri, 30 Apr 2021 15:20:20 +0000 https://covid19.min-saude.pt/?p=12149758 A Direção-Geral da Saúde (DGS) publica esta sexta-feira, dia 30 de abril, a atualização Norma da Campanha de Vacinação contra a COVID-19 da VAXZEVRIA® (anteriormente designada COVID-19 Vaccine AstraZeneca®).

Além da atualização da designação da marca da vacina, a VAXZEVRIA® passa a ser recomendada para pessoas com 60 ou mais anos.

A recomendação da administração desta vacina em pessoas com 60 ou mais anos de idade relaciona-se com a observação de alguns eventos muito raros, de coágulos em localizações atípicas, principalmente em mulheres nesta faixa etária.

Os dados continuam a ser analisados pela Agência Europeia de Medicamentos, pelo que esta recomendação pode ser revista a qualquer momento.

Esta atualização contempla ainda as questões relacionadas com a administração da segunda dose nas pessoas com menos de 60 anos de idade.

Consulte a Norma nº 003/2021 de 08/02/2021 atualizada a 30/04/2021 – Campanha de Vacinação contra a COVID-19: Vacina VAXZEVRIA (anteriormente designada COVID-19 Vaccine AstraZeneca®)

]]>
Mais um dia sem mortes por COVID-19 https://covid19.min-saude.pt/mais-um-dia-sem-mortes-por-covid-19/ Fri, 30 Apr 2021 13:28:35 +0000 https://covid19.min-saude.pt/?p=12146307 O boletim publicado esta sexta-feira pela Direção-Geral da Saúde indica que não foi registada qualquer morte por COVID-19 nesta quinta-feira, dia 29 de abril. Este é terceiro dia sem óbitos desde que foi registada a primeira morte por COVID-19 em Portugal.

De acordo com o relatório de situação, foram notificados mais 460 casos de COVID-19, o que eleva para 836.439 o total de infetados desde o início da pandemia.

Do total de novos casos, 212 registaram-se no Norte, 41 no Centro, 133 em Lisboa e Vale do Tejo, 10 no Alentejo e 37 no Algarve.

Existem agora 23.681 casos ativos de doença, ou seja, menos 52 do que ontem.

Relativamente aos internamentos, não se regista qualquer alteração: 324 pessoas internadas, 89 das quais em unidades de Cuidados Intensivos.

]]>
Portugal com zero mortes por COVID-19 https://covid19.min-saude.pt/portugal-com-zero-mortes-por-covid-19/ Mon, 26 Apr 2021 14:04:35 +0000 https://covid19.min-saude.pt/?p=11979045 Portugal registou este domingo zero mortes por COVID-19, o que já não acontecia desde o dia 2 de agosto de 2020. Este é o segundo dia desde o início da pandemia em que não é registada qualquer morte por COVID-19.

De acordo com o boletim diário publicado esta segunda-feira pela Direção-Geral da Saúde, registaram-se mais 196 casos de COVID-19 nas últimas 24 horas, o que eleva para 834.638 o número total de infetados pelo vírus

Por outro lado, foram dadas como recuperadas mais 326 pessoas. À data, Portugal contabiliza 793.011 recuperados da COVID-19.

O número de casos ativos sofreu uma redução de 130, situando-se atualmente nos 24.662.

Neste momento, estão internadas 365 pessoas (mais 17), das quais 91 (menos 7) em unidades de Cuidados Intensivos.

]]>
Relatório de monitorização das linhas vermelhas para a COVID-19 – 23/04/2021 https://covid19.min-saude.pt/relatorio-de-monitorizacao-das-linhas-vermelhas-para-a-covid-19-23-04-2021/ Fri, 23 Apr 2021 18:41:53 +0000 https://covid19.min-saude.pt/?p=11895031 A Direção-Geral da Saúde (DGS) e o Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA) divulgaram esta sexta-feira o relatório n.º 4 de monitorização das linhas vermelhas para a COVID-19, que inclui os diversos indicadores descritos no documento das Linhas Vermelhas, nomeadamente a incidência a 14 dias e o índice de transmissibilidade (Rt), nacionais e por região de saúde.

Do presente relatório, destacam-se os seguintes pontos:

  1. O número de novos casos de infeção por SARS-CoV-2/ COVID-19 por 100 000 habitantes, acumulado nos últimos 14 dias, foi de 74 novos casos, com tendência estável a nível nacional.
  1. A incidência mais elevada observou-se no grupo etário 30 a 35 (122 casos por 100 000 habitantes), enquanto a incidência mais baixa se observou no grupo etário com 85 anos (36 casos por 100 000 habitantes), o que reflete um risco de infeção muito inferior ao risco da população em geral.
  1. O valor do Rt apresenta valores inferiores a 1 a nível nacional (0,98) e nas várias regiões de saúde do continente, com exceção da região do Norte (1,07).
  1. Considerando o valor de Rt médio dos últimos 5 dias, que indica uma tendência decrescente, poderá atingir-se a incidência de 60 casos por 100 000 habitantes no prazo de um a dois meses.
  1. O número diário de casos de COVID-19 internados em Unidades de Cuidados Intensivos (UCI) no continente revela atualmente uma tendência ligeiramente decrescente a estável, encontrando-se abaixo do valor crítico definido (245 camas ocupadas).
  1. A nível nacional, a proporção de testes positivos para SARS-CoV-2 foi de 1,3%, valor que se mantém abaixo do objetivo definido de 4%. Observou-se um aumento do número de testes para deteção de SARS-CoV-2 realizados nos últimos 7 dias.
  1. A proporção de casos confirmados notificados com atraso mantém a tendência decrescente.
  1. Nos últimos 7 dias, todos os casos de infeção por SARS-CoV-2/ COVID-19 foram isolados em menos de 24 horas após a notificação, e foram rastreados e isolados 89,3% dos seus contactos.
  1. Com base na sequenciação genómica de amostras recolhidas em março, estima-se que a prevalência de casos de infeção por SARS-CoV-2/ COVID-19 em Portugal da variante B.1.1.7 (associada ao Reino Unido) seja, naquele período, de 82,9%. Os dados de sequenciação relativos a abril serão disponibilizados dentro de dias.
  1. Foram identificados 54 casos da variante B.1.351 (associada à África do Sul), cuja prevalência estimada em março, com base na sequenciação, foi de 2,5%.
  1. Foram confirmados 29 casos da variante P.1 (associada a Manaus, Brasil), cuja prevalência estimada em março foi de 0,4%.
  1. A análise global dos diversos indicadores sugere uma situação epidemiológica com transmissão comunitária de moderada intensidade e reduzida pressão nos serviços de saúde. a incidência mais baixa foi observada no grupo etário com 85 anos (36 casos por 100 000 habitantes), o que reflete um risco de infeção muito inferior ao risco da população em geral.

Consulte o relatório aqui.

]]>
Utentes com mais de 65 anos podem agendar a vacinação a partir de hoje https://covid19.min-saude.pt/utentes-com-mais-de-65-anos-podem-agendar-a-vacinacao-a-partir-de-hoje/ Fri, 23 Apr 2021 13:42:06 +0000 https://covid19.min-saude.pt/?p=11879482 O Portal do Autoagendamento para Vacinação contra a COVID-19 entra funcionamento esta sexta-feira, dia 23 de abril.

Esta funcionalidade está acessível a partir do Portal da COVID-19, permitindo que os utentes com mais de 65 anos (faixa etária que começará agora a ser vacinada independentemente de qualquer doença) possam dirigir-se ao portal e escolher o ponto de vacinação em que pretendem ser vacinados.

Quando os utentes fazem esta opção é-lhes apresentada a primeira data disponível, podendo os utentes aceitá-la ou escolher outra mais conveniente.

No caso de não haver vagas disponíveis, os utentes podem optar por ficar em lista de espera naquele ponto de vacinação ou escolher uma data, noutro ponto de vacinação.

Posteriormente, o utente que realizou esta inscrição receberá uma SNS com a hora precisa em que será vacinado no dia e no ponto de vacinação escolhido.

O envio da SMS referida está dependente de o utente não ter sido ainda convocado para vacinação ou não ter contraído COVID-19 (enquanto estes pressupostos se mantiverem).

Fonte: Serviço Nacional de Saúde – Vacinação COVID-19 | Autoagendamento

]]>