Voltar

DGS reforça apelo à vacinação

imagem bebe

O Subdiretor-Geral da Saúde, Diogo Cruz, aproveitou a conferência de imprensa de atualização dos dados da pandemia de COVID-19 para apelar aos portugueses que não descurem as medidas relacionadas com “a vacinação, a vigilância das crianças, a vigilância das grávidas”.

Em declarações aos jornalistas, o responsável sublinhou que “estas medidas devem-se manter independentemente do estado de emergência que estamos e as pessoas não devem descurar a vacinação”. “Os meus filhos foram durante este período cumprir o seu plano de vacinação”, afirmou.

A mesma mensagem foi reforçada pelo Secretário de Estado da Saúde, António Lacerda Sales: “Inicia-se agora um processo de recuperação de confiança das pessoas no Serviço Nacional de Saúde (SNS). Continuaremos a apelar aos pais que não descurem a vacinação dos filhos”.

Por outro lado, o governante alertou, ainda, as pessoas com doenças crónicas para não deixarem “de procurar os cuidados médicos de que necessitam para manter as suas patologias controladas”. Referia-se a diabéticos, hipertensos, doenças respiratórias, doentes oncológicos, doentes cardiovasculares.

De acordo como último boletim epidemiológico publicado pela DGS, Portugal regista esta terça-feira 24.322 casos confirmados de COVID-19, mais 295 do que no dia anterior, o que representa um aumento de 1.2%.