Voltar

DGS divulga informação sobre consultas de vigilância, rastreio e vacinação

26/03/2020
soro banner

A Direção-Geral da Saúde (DGS) divulgou, nesta quinta-feira, informação sobre os procedimentos que não devem ser adiados durante a pandemia, nomeadamente o chamado “teste do pezinho”(rastreio ao recém-nascido previsto no Programa Nacional do Rastreio Neonatal), as consultas de vigilância de saúde infantil e juvenil e o Programa Nacional de Vacinação.

A informação surge na sequência da implementação de medidas excecionais pelas instituições de saúde, no sentido de adiar os serviços não urgentes, com o objetivo de conter a Pandemia de COVID-19, e pretende alertar para aqueles que não devem ser alterados.

A informação divulgada pela DGS reforça ainda as medidas aconselhadas para evitar o contágio das crianças e da família que se deslocam ao serviço de saúde. Entre as orientações propostas, é aconselhado que a deslocação seja programada em família, que a criança seja acompanhada por um só cuidador e que se evitem acumulações em sala de espera de utentes, cumprindo as regras de distanciamento social e de higienização pessoal emanadas das orientações da DGS.

Por fim, o documento sugere que sejam retirados os brinquedos e o material didático dos espaços comuns que possam constituir fonte de transmissão e que sejam respeitadas as normas de controle de infeção recomendadas para o COVID-19, incluindo limpeza e desinfeção frequente das superfícies e do mobiliário da sala de espera.

Para mais informações, consulte:

DGS Informação n.º 008/2020 de 26/03/2020 > Programa Nacional de Saúde Infantil e Juvenil e epidemia de Covid-19