Voltar

Nota à Imprensa da Task Force de 18AGO21

18/08/2021

No surgimento de algumas notícias relativas à suspensão da vacinação no Queimódromo, vem a Task Force esclarecer o seguinte:

No final da tarde do dia 11 de agosto, chegou ao conhecimento da Task Force um problema na cadeia de frio e nos procedimentos do centro de vacinação do Queimódromo, tendo-se decidido suspender a operação deste Centro de Vacinação e aberto, de imediato, um inquérito.

Os factos ocorridos referem-se a uma quebra na cadeia de frio e à inoculação ocorrida a 9 de agosto (durante todo o dia) e 10 de agosto (no período da manhã) de vacinas que estiveram armazenadas fora dos parâmetros normais de temperatura estabelecidos. Os funcionários deste centro de vacinação, quando se aperceberam, interromperam a administração das vacinas dos lotes que tinham estado armazenados fora dos parâmetros adequados da cadeia de frio.

No entanto, esta comunicação só chegou ao conhecimento da Task Force, através da ARS Norte, ao final do dia de 11 de agosto, data a partir da qual foram dadas instruções, após rápida concordância do Ministério da Saúde, para suspender as operações deste centro de vacinação. A ocorrência foi de imediato encaminhada para a Inspeção-Geral das Atividades em Saúde (IGAS), Polícia Judiciária (PJ) e Administração Regional de Saúde (ARS) Norte, tendo sido aberto um inquérito que se encontra em curso.

O inquérito em curso tem três focos:

  • O motivo que levou à quebra na cadeia de frio;
  • Os procedimentos efetuados por este centro, uma vez que a quebra na cadeia de frio não foi detetada, originando a inoculação de vacinas que estiveram armazenadas fora dos parâmetros normais de temperatura estabelecidos;
  • O atraso na notificação da ocorrência, uma vez que a Task Force só teve conhecimento do sucedido no final da tarde de 11 de agosto, através da Administração Regional de Saúde (ARS) do Norte.

O INFARMED solicitou aos fabricantes dos lotes de vacina em causa, de forma a apurar a eficácia das vacinas, encontrando-se a analisar os resultados.

Os utentes que foram inoculados, no centro de vacinação do Queimódromo, no dia 11 de agosto, foram vacinados com lotes de vacinas requisitadas ao centro de vacinação do Regimento de Transmissões, que estiveram armazenadas dentro dos parâmetros adequados.

Os utentes alocados ao centro de vacinação do Queimódromo serão reencaminhados para o centro de vacinação do Regimento de Transmissões.

No presente momento a Task Force encontra-se a aguardar pelas conclusões do inquérito, que se encontra em curso, de forma a tomar uma decisão referente ao centro de vacinação do Queimódromo.

Esta Nota à Imprensa encontra-se disponível em https://covid19.min-saude.pt/vacinacao-notas-a-imprensa/