Voltar

Cerca de 50 empresas portuguesas produzem equipamentos de proteção individual

covid 19 virus banner

O Secretário de Estado da Saúde, António Lacerda Sales, revelou esta terça-feira que existem cerca de 50 empresas portuguesas a produzir equipamentos de proteção individual para serem usados pelos profissionais de saúde.

“Temos quase 50 empresas nacionais que adaptaram a sua produção e estão, já com validação do Infarmed, a produzir equipamentos de proteção individual que estão a chegar aos nossos profissionais de saúde”, adiantou.

Segundo o governante, as empresas estão em frases diferentes de produção, muitas das quais a fornecer máscaras cirúrgicas, máscaras sociais, batas, cobre-botas, fatos, produtos de uso único ou reutilizável. “Esperamos ter ainda mais empresas e que a resposta no mercado interno às necessidades seja cada vez maior”, sublinhou.

Sobre os testes de diagnóstico à COVID-19, Lacerda Sales adiantou que foram realizados cerca de 370.000 desde o dia 1 de março, sendo que na semana de 20 a 26 de abril foram processados cerca de 13.240 por dia, o que representa um aumento de mil em relação à semana anterior.

Ressalvado que já antes da pandemia esta estava a ser preparada, o Secretário de Estado garantiu que o Governo continuará empenhado “neste caminho”.

De acordo com o último boletim epidemiológico publicado pela DGS, Portugal regista esta terça-feira 24.322 casos confirmados de COVID-19, mais 295 do que no dia anterior, o que representa um aumento de 1.2%. O país regista também 1.389 casos de recuperação (mais 32 do que ontem) e 948 óbitos.