Voltar

Cada infetado contagia em média uma pessoa

lavar mãos banner

A Diretora-Geral da Saúde, Graça Freitas, explicou esta quinta-feira que cada pessoa infetada com COVID-19 em Portugal contagia, em média, uma pessoa.

“O R0 [número de contágio causados por cada pessoa infetada] de Portugal estará perto de 1, com pequenas variações regionais”, adiantou, na conferência de imprensa de atualização dos dados da pandemia de COVID-19.

Questionada sobre o objetivo de chegar a um R0 de 0.7, Graça Freitas ressalvou que “o 0.7 não é nenhum ponto milagroso”. “Houve um país, que foi a Noruega, que decidiu que quando o R fosse de 0.7 estaria na altura de a Noruega descomprimir algumas medidas, mas este não é o único critério a ser usado”, disse.

Como Portugal começou “o período epidémico mais tarde”, o país irá “acompanhar diferentes critérios adotados por diferentes países para ver qual se adapta à nossa realidade”. Segundo a Diretora-Geral da Saúde, Portugal tem um grupo grande de cientistas e médicos “a avaliar qual a altura ideal para começar a descomprimir em relação às medidas de contenção, como é que isso poderá ser feito e quais vão ser os critérios que vamos ter que observar”.

“Temos que ver quais são os critérios que se adaptam melhor ao nosso país. Neste momento, o R é à volta de 1”, reforçou.

Sobre uma clínica de diálise que se manteve aberta depois de identificado um caso positivo, Graça Freitas explicou que “as clínicas têm indicações e procedimentos bem definidos para, como todos os outros hospitais, terem um circuito para doentes COVID e um circuito para doentes não COVID, que devem ser separados fisicamente e ter equipas dedicadas”.

“Esse relato dessa clínica estará a observar as boas práticas que estão na norma, uma vez que estes doentes têm que continuar a sua diálise e o que é importante é que se separem para efeitos de contágio aqueles que têm a doença dos que não têm”, esclareceu, acrescentando que os casos graves são encaminhados para hospital.

De acordo com os dados do último boletim epidemiológico publicado pela DGS, Portugal tem 18.840 casos confirmados de COVID-19 e 629 óbitos relacionados com a infeção.